quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Quaresma e cerveja - Tomar ou não tomar, eis a questão!

 É mesmo “proibido” beber cerveja na Quaresma?
 por Mauricio Beltramelli *

Hoje, Quarta-Feira de Cinzas, inicia-se para os católicos o período de quarenta dias dedicados — ao menos em tese — a jejuns e orações. Na época da Quaresma, não raro, encontrarmos gente que adora uma cerveja, mas considera “pecado” beber durante esse período. Mas será que a história e a própria religião confirmam esse receio?

pope-beer

Festa grega

Pra começo de conversa, quem acha que o Carnaval é uma festa “tipicamente brasileira”, está redondamente enganado. Ele começou na Grécia há pelo menos 2.500 anos, e era uma festa dedicada a agradecimentos aos deuses pela fertilidade das terras. Somente no século XI foi que a Igreja Católica implantou a Semana Santa, que era antecedida por quarenta dias de jejum, a Quaresma.

E, antes de começar cada Quaresma, já que a boa-vida ia acabar em razão dos jejuns, os cristãos daquela época enfiavam o pé no balde. A palavra “carnaval” está associada aos prazeres da carne (é o que significa, em latim, “carnis valles”, o primeiro nome da festa pagã).

Bebendo cerveja na igreja

Na Europa da Idade Média, como havia falta de água potável, inúmeros mosteiros católicos produziam cerveja e vinho para alimentação dos próprios monges e dos peregrinos. Em época de Quaresma, na qual havia privação de alimentos sólidos, considerava-se que um jejum não era considerado quebrado se apenas se consumisse líquidos.

Dessa forma, a cerveja, desde sempre, estava liberada pela própria Igreja Católica. E era justamente nessa época em que se bebia ainda mais, com o aval do Papa!
Cerveja sem culpa

Portanto, em época de Quaresma, deixe de superstição e aprecie a sua cerveja. Mas que o aval papal não sirva de desculpa pra excessos: A onda é beber menos cerveja, de melhor qualidade!
 ————————-

*Mauricio Beltramelli é mestre em estilos de cerveja (Siebel-EUA), sommelier de cervejas (Doemens-Alemanha) e editor do BREJAS.

Postar um comentário