sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Por que o sal diminui o ponto de congelamento e aumenta o ponto de ebulição da água?

Quando o sal (NaCl) se dissolve na água, seus íons de sódio (Na+) e de cloro (Cl-) saem dos cristais de sal e misturam-se separadamente nas moléculas de água. Esses íons afetam as moléculas de água e suas temperaturas de congelamento e ebulição de maneiras diferentes:

1. Ponto de congelamento mais baixo

As moléculas de águas formam cristais enquanto congelam. Íons de Na+ e Cl- do sal ficam no caminho das moléculas de água, dificultando sua reorganização em cristais. Isso significa que a água salgada continua em estado líquido por mais tempo quando a temperatura diminui.

2. Ponto de ebulição mais alto

A resposta à pergunta por que bolhas se formam quando a água é fervida? explica como, conforme a temperatura da água aumenta, suas moléculas se movimentam mais rápido, se colidem com mais freqüência e liberam mais moléculas de gás de vapor de água. Quando a temperatura chega ao ponto de ebulição – aproximadamente 100°C (212°F) – a pressão da liberação dessas moléculas (a pressão do vapor) se torna maior do que a pressão atmosférica e o vapor da água começa a escapar na forma de bolhas.

Na água salgada, os íons Na+ e Cl- ocupam parte do espaço entre as moléculas de água. Conforme a temperatura aumenta, apesar de as moléculas de água de mexerem mais rapidamente, eles estão em menor número, então há menos colisões e a pressão do vapor é mais baixa em comparação com água pura na mesma temperatura. É preciso mais energia (temperatura) para a pressão do vapor de água salgada chegar até a pressão atmosférica e ultrapassá-la e começar a ferver.

Para aumentar o ponto de ebulição de um litro de água em 1°C (1,8°F) precisamos de aproximadamente 58 gramas de sal. Isso é muito mais do que a quantidade normalmente acrescentada a legumes que vamos cozinhar no vapor, o que é feito principalmente pelo gosto.

Fonte(s):
Postar um comentário